Minhas Descobertas Musicais – Versão 2010

Todo ano a gente (ou a maioria das pessoas) faz uma lista com os objetivos para os próximos 365 – ou 366 – dias. Porém muitas coisas que não esperamos ocorrem, e muitas vezes elas anulam todo nosso planejamento.

No início desse ano fiz sim uma lista, mas algo que não coloquei nela modificou boa parte do meu ano. E o principal pivô disso foi algo que sempre me acompanhou na vida: a música.

Quem freqüenta o blog deve se lembrar da promoção de aniversário que fizemos que sorteou um DVD de metal progressivo e um EP de uma banda de hardcore melódico de SP. Aquilo já foi uma mostra de como meu gosto musical tinha mudado nos últimos meses. Porém eu acredito que a melhor representação dessa mudança que passei sou eu mesmo, hoje. Quem me conhece tem uma boa ideia de como a música mudou não sou as minhas playlists, mas também meu jeito de ser, de ver o ser humano e de viver nesse mundo.

Por isso vi a necessidade de fazer uma lista com as bandas que acabei ouvindo esse ano e que não ficaram apenas no mp3, mas que, literalmente, tomaram conta de mim.

Aviso! A lista a seguir é composta majoritariamente por bandas de hardcore e suas variadas vertentes. Se você é fã do estilo essa é uma boa chance de conhecer mais bandas e se você ainda não conhece, aproveite ou caia fora!


Dogwood

Essa banda de punk hardcore de San Diego (USA) foi uma das que me conquistaram esse ano. O som deles (que muitos fãs assimilam a NOFX, Bad Religion, Offspring…) é meio mal feito, aquela coisa bem ‘faça você mesmo‘ e eu acredito que essa foi uma das principais características que me fizeram gostar deles.

Dogwood

Apesar de serem muito bons no que fazem, nunca alcançaram uma fama muito grande. Acredito que seja pelas letras que falam das experiências deles como cristãos (o que não é significado de sucesso). Porém é uma das melhores bandas que já ouvi na minha vida, com toda certeza.

Close Your Eyes

Eles possuem apenas um álbum, lançado esse ano, mas só com ele já arrebanharam muitos fãs. As músicas têm certo peso, às vezes até uns guturais, mas a melodia do vocal é muito agradável e firme. É muito comparada com a banda A Day To Remember porque além de serem da mesma gravadora possuem estilos e técnicas parecidas. Altamente recomendável.

 

Close Your Eyes

Comeback Kid

Se não fosse aquele post da Tatiane Andrade no Facebook eu dificilmente ouviria e gostaria de CBK, acredito eu. Depois de a ver falando da banda fiquei curioso e fui baixar. Pronto! Tornou-se uma das bandas que mais ouvi nos últimos anos (segundo o Last.fm). A agressividade do som, aliada com a energia dos integrantes faz a banda alcançar outro nível. E ano que vem terei a chance de vê-los tocando ao vivo. Será histórico! Valeu Tatiii!

Comeback Kid, a banda do ano (pra mim)

Gaia

A banda do ABC Paulista me fez entender o que significa “o corre”. Isso é o que a cena HC tem de melhor, a união das pessoas em torno de um ideal, de algo que todos gostam em comum. Foi lindo ir aos eventos e ver todo mundo envolvido com a música, se divertindo, fazendo aquilo porque gosta!

Gaia, banda pra moshar!

Era engraçado ir a eventos com mais de 20 bandas e ouvir várias vezes: “Eu vim só pra ver Gaia, mal vejo a hora!” Só depois entendi o porque de tudo isso.

Queria agradecer ao pessoal da banda por fazer isso acontecer, saibam que vocês são referencial na vida de muitos jovens. E o som da banda, ah, nem preciso comentar. Hardcore metal no melhor estilo pedrada! rs.

Take Off The Halter

Fica difícil falar dos caras por serem meus conhecidos. Mas não tenho como fugir, acho o som deles um dos melhores que já ouvi em nosso país. Se você gastar um tempinho para ouvi-los verá do que estou falando.

Take Off The Halter, umas das melhores bandas nacionais

É muito difícil uma banda conseguir juntar hardcore melódico com elementos de thrash metal e fazer um EP com 6 músicas completamente diferentes uma das outras, todas com muita originalidade. E o melhor é saber que tem muito mais vindo aí, já que o novo CD deve sair ano nos próximos meses. Se você ficou interessado, clique no nome deles ali em cima para ver o Myspace dos caras, ou baixe aqui o EP deles. (Caso goste e queira comprar o EP, mande um email para mim, ojovempensante@gmail.com.)

Além dessas tiveram outras bandas, também de outros estilos, mas que deixariam o post grande demais. Algumas delas são : Slick Shoes, Medellin, Eisley, Evergreen Terrace, For Today, No Fun at All, Unlife, Parkway Drive, Casey Jones, Burden of a Day, Architects, Mute (eu sinceramente piro escutando o álbum The Reaven deles. Valeu Fernando!) e por aí vai!

Espero que em 2011 eu possa falar mais sobre essas bandas, criar posts sobre elas e indicar álbuns. O que vocês acham?

Enfim, bom 2011 musical a todos!

Anúncios

2 comentários sobre “Minhas Descobertas Musicais – Versão 2010

  1. Nossa, bela lista em? curti totalmente!
    comeback kid é beeem foda, e o toth eu sou suspeita haha

    e o Mute, não agradeça ao Fê, agradeça a titia aqui que fui eu que mostrou hahaha (H)

    beeijo Dan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s