“Não consigo parar”

Já sentiu aquela péssima sensação de tristeza, decepção e culpa que nos ataca depois de um erro? Aquela voz interior dizendo: “Pequei de novo, não acredito. De novo não!”. O pior de todos os sentimento é aquela vergonha da culpa diante de Deus. Vergonha de orar, de ir a igreja e até de pedir perdão. Parece que Deus não vai te aceitar, é ou não é? Já passei por isso várias vezes… Sei que é um sensação terrível, que nos leva a uma conclusão mais terrível ainda: Não consigo parar!

Sei que você já passou por isso. Algumas poucas vezes ou milhares, não importa, você sabe o que é isso. Sou expert nesses “pecados de estimação” e tenho aprendido muito a lidar com eles. O primeiro conselho que posso dar é: Não fique triste ou desesperado se você sente essa sensação de culpa e vergonha diante de Deus depois do pecado. Isso significa que você está no caminho certo e se importa com sua santidade diante do Senhor. A tristeza e a vergonha do pecado são saudáveis na luta contra o pela santidade, se usadas da maneira certa.

Meu segundo conselho é exatamente sobre essa maneira certa. Não deixe a vergonha, a culpa e a tristeza te dizerem não. Que você não vale nada, que você não é cristão de verdade, que não vai conseguir e que Deus não vai te aceitar. Se você der ouvidos a esses “nãos” estará caindo exatamente na armadilha do diabo. Você será afastado de Deus pela vergonha da culpa pensando dessa forma. Isso te levará  a pecar ainda mais e conseqüentemente te afastar ainda mais de Deus. Um ciclo vicioso do qual você se verá preso para sempre. Em vez disso, aprenda a ouvir o sim que a culpa e a vergonha te dizem. Você é sim um pecador, que precisa sim da graça e misericórdia de Deus. Jesus morreu sim para te justificar e você depende sim do Espírito Santo para vencer a guerra. Escute os “sims” e use a culpa e a vergonha do pecado para se arrepender e depender de Deus em todas as circunstâncias.

O terceiro, último e mais prático conselho é: Não tente apenas deixar de fazer, comece a fazer! Não entendeu? Eu explico! Jesus nos chamou para a ação. Na guerra contra o pecado você não pode ficar parado. A melhor defesa é o ataque! É matar ou morrer! Se você luta contra a mentira, então comece a falar a verdade. Não adianta apenas deixar de mentir, é preciso falar a verdade. Se você luta contra a pornografia, não fique apenas sem olhar o computador, comece a olhar para a Bíblia! Em outras palavras, não se preocupe com o que é errado, se preocupe com o que é correto. Se você se empenhar em fazer o certo, o errado será deixado para trás conseqüentemente. Se você deixar de fazer o mal, não significa que você está fazendo o bem, mas se você faz o bem, necessariamente você não faz o mal. O segredo na luta contra o pecado é agir, nunca ficar parado! Focalize no que é correto diante de Deus e siga esse alvo, tudo o que não for ficará para trás sem que você perceba.

“Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.” 1 Coríntios 10:13

Ótimo texto de John Piper sobre o assunto: A Maldição da Culpa.

Na luta diariamente…

Pedro Pamplona

Anúncios

2 comentários sobre ““Não consigo parar”

  1. Oi Vanessa, glória a Deus que pude ajudar através desse texo! Deus faz coisas extraordinárias mesmo né? Aproveite o sentimento de culpa e o transforme em arrependimento. E lembra tbm de nunca ficar “parada”

    Deus abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s