O Mistério dos Fones de Ouvido

Na época dos meus pais, pra se gravar uma coletânea com as músicas preferidas, era preciso ficar esperando por horas, até tocar na rádio, com a fita cassete prontinha à mão, só aguardando pra apertar o rec. E ainda assim, a fita podia acabar no meio, ou o locutor da rádio interromper a música.

Graças a Deus, eu nasci e uma nova era na música começou.

Nada mais de fitas, nada mais de walkman. Saíram os discos, entraram os CDs e o discman. Cresci mais um pouquinho, antigi o auge de minha paixão musical, e o mundo se tornou um lugar melhor. Bom, ele teria se tornado melhor nos meus olhos de qualquer maneira, mas tenho que dar o braço a torcer e agradecer à tecnologia, em especial à internet, por me possibilitar um acesso tão rápido e simples à todas as minhas músicas e bandas preferidas. Veio a internet, vieram os MP3/MP4/MP5/(…)MP1.000 e uma nova epidemia se alastrou pelas ruas: a dos fones de ouvido. Os predecessores deste avançado porta-músicas já tinham tentado fazer essa moda pegar, mas não tinham conseguido tanto sucesso assim.

É impossível andar pela rua sem notar. Experimente. Praticamente todo mundo estará usando um par desses, que tranca o mundo pra fora e só permite você mesmo, seus pensamentos e as emoções, relacionadas à combinação de sons ecoando no seu ouvido, na sua mente e coração. É interessante. Sabe quando você se perde dentro de um livro, por causa da história envolvente? Pois então. Essa epidemia dos fones faz com que andemos fisicamente pela rua, enquanto estamos perdidos em outras avenidas, carregadas de emoção e sonoridade, dentro de nós mesmos.

E é um mistério. Quero dizer, é intrigante olhar pra uma pessoa que você não conhece, cuja história você não faz a menor idéia, e tentar adivinhar o que é que ela está ouvindo. Será que esse gosta mais de Rock? Não, aquela ali tem cara de Pop. Country, talvez? Não, não. Aposto que é do tipo que escuta qualquer coisa que estiver nas mais tocadas do momento. Mas se bem que poderia apenas estar com os fones, sem nem sequer estar ouvindo alguma música – ou porque a bateria acabou ou só porque quer ficar quieto no seu mundo por um pouquinho de tempo, sem nenhuma interrupção. Como eu disse, interessante.

A curiosidade se agrava quando a pessoa começa a demonstrar as emoções em seu rosto. Ou, às vezes, quando apenas balança a cabeça no ritmo da música, envolvido na sonoridade sem nem se dar conta. Ah, o que eu não daria pra saber o que é que essa pessoa está escutando e a história por trás de suas preferências musicais!

E já que eu não posso simplesmente parar cada pessoa que passa por mim com um fone de ouvido, me digam: o que é que vocês estão ouvindo ultimamente? E qual é a importância dessas canções na vida de vocês? Ajudem-me, assim, a desvendar o mistério dos fones de ouvido… Bom, pelo menos dos seus fones. 😉

Brenda Nepomuceno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s