Dead Fish no Hangar 110 | 04.12.11

Prometo que esse será o último show que denominarei como o melhor que já fui. Até porque, depois de vários eventos seu conceito de qualificação muda, e você percebe que não existe show melhor que outro. Enfim, esse foi um dia memorável pra mim, pois em todos os shows que fui não havia presenciado tamanho conjunto de fatores que tornaram o show o ‘melhor que já fui’.
Antes de ir pro Hangar tive um vestibular cansativo, o que de certa forma tirou parte da animação pra um show daquele naipe, com boas bandas e amigos presentes. Porém mesmo cansado, fui e não me arrependi de maneira nenhuma. Depois de esperar um tempo até a casa abrir, pude ouvir o som da banda Segundo Plano, de Guarulhos, que abriu o rolê. Achei o som dos caras muito bom, com uma sonoridade sem muito peso e bem harmoniosa, com letras bem realistas. Indico o som da banda pra quem curte um Garage Fuzz, por exemplo.
Em seguida entrou o já conhecido Hunger United. Nesse momento a casa já estava mais cheia, e a galera curtiu o som da banda. Vale ressaltar que, aparentemente, o som do Hunger ganhou mais peso e velocidade, e a performance deles no palco se desenvolveu desde o último show deles que fui, com o Mute. Como nas apresentações passadas, rolaram sons do EP desse ano, um som de 2009, muito bom por sinal, e um cover que não me recordo de qual banda. Na última música a galera se empolgou, fazendo um bate-cabeça intenso e inesperado na frente do palco, animando quem assistia e os próprios caras da banda. Muito bom vê-los ganhando espaço na cena!
Em seguida foi projetado nas telas do Hangar 110 o primeiro videoclipe da banda Chuva Negra, que seria a próxima atração. O vídeo da música “AMOSP” mostra cenas de shows da banda misturadas com cenas típicas da cidade paulista. Muito bom! Sobre o som deles no show, incrível. A galera apoiou cantando com vigor as músicas, e a festa foi muito bonita. Uma das características da banda é ter letras que expressam de maneira única aqueles pensamentos quem nem sempre gostamos de falar sobre, sentimentos profundos difíceis de contextualizar. Coisa pra poucos.


A seguir, a próxima banda seria a atração principal da noite: Dead Fish. Eles que comemoram nesse ano a marca de duas décadas tocando o mesmo som, sem se influenciar pelas tendências da música moderna. Confesso que eu fui para me divertir, mas sem esperar um grande desempenho deles. Mas como era meu primeiro show do Dead Fish, não tinha como ter uma ideia exata de como seria vê-los pela primeira vez ao vivo.
Depois de uma longa espera eis que pude presenciar um autêntico show de hardcore. Não que os outros não sejam bons, mas além de uma lenda no estilo, os caras passam uma mensagem imutável, um pensamento que se traduz como a alma do punk hardcore: o protesto.
O show começou com “Um Homem Só”, logo entoada por todos. E daí se seguiu um set não muito conhecido por mim, já que andou por vários álbuns da banda, (e o que eu conheço ‘de cor’ é apenas o mais recente, “Contra Todos”, de 2009). Mas também teve espaço para músicas do último trabalho, como “Venceremos” e “Não”. Consigo lembrar que também rolaram “Siga”, “Afasia”, e “Canção para Amigos”, entre tantas outras. Todas muito intensas e com a participação da massa presente.
O que fez do show ser o mais impressionante pra mim não foi a playlist, a postura dos músicos. Os ideais defendidos pelo Rodrigo, a agitação da galera, as bandas de abertura, o clima…foi simplesmente tudo isso junto. Só o Dead Fish em si, com o peso dos anos, consegue produzir um clima único, unindo gente de 15 e 40 anos num mesmo show, mostrando como se faz música com ideais. Com os outros elementos então, só podia fazer a festa única. Depois de um shows desses você passa a dar mais valor ainda à cena nacional. Digna de aplausos!
Enfim, foi uma noite memorável, pra ficar na minha história, pelo menos. Vida longa ao Dead Fish!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s