Flyleaf, the end [at least for me]

Nossa vida é feita de inúmeros fatos. Pessoas nascem, sonhos se materializam, conquistas são feitas…Porém nem tudo pode ser comemorado pelas pessoas, ainda mais se o fato em questão é uma morte, mesmo que metafórica. 

 Nos últimos 15 dias fomos surpreendidos com o anuncio do Continuar lendo

Anúncios

Seu comentário aguarda aprovação…

Essa frase já é conhecida pelo pessoal que gosta de comentar em blogs hospedados no WordPress.  Acho que é um ótimo recurso dele, pois podemos filtrar comentários indesejados [pelo menos na maioria dos casos]. E comentar em posts realmente é muito interessante. Não só por funcionar como um feedback do que foi publicado, mas pelo conhecimento que a gente adquire lendo e respondendo-os. Nesse mês, por exemplo, conheci dois belos blogs através dos comentários feitos aqui [logo falarei sobre eles].

Porém, quando se trata de comentários em blogs e fóruns, as coisas não são muito educadas e bonitas. Dependendo do alcance e assunto do blog, os embates via comentários são ferrenhos e flamejantes. E isso é triste, pois o espaço reservado para os usuários trocarem informações é uma grande fonte alternativa de informação. Eu por exemplo, gosto muito de usar as comunidades do Orkut, pois nos seus fóruns encontro informações específicas sobre aparelhos que adquiro, bandas que gosto ou dúvidas a respeito dos mais variados assuntos.

Erre pra ver!

Erre pra ver!

O problema é quando alguém solta uma frase mais ingênua ou errada. Logo aparecem os ‘Senhores da Língua’, pessoas que não aturam os erros alheios e os criticam duramente. E após um comentário maldoso, logo aparecem mais pessoas com o mesmo sentimento de superioridade, gerando uma bola de neve gigantesca e negra.

E esse problema se repete nos blogs de tecnologia, esportes e afins. Sempre acontece de aparecer alguém com pouca tolerância a erros, criticando com voracidade os erros e deslizes das pessoas. E não vejo solução viável, já que a ignorância é um dos piores males da humanidade [e um dos mais difíceis de ser tratado também].

E uma das piores constatações é saber que, em partes, esse pessoal crítico está certo. Não pelas críticas em si, mas porque a falta de informação das pessoas realmente causa canseira mental. Quando você vai ao encontro de algo que precisa e vê uma dúvida estapafúrdia ou algo inútil, logo você vai perder a linha e falar alguma besteira. Mas nem por isso os insultos devem ser tolerados.

Fica a deixa para que cada um tenha paciência quando comentar na web. Expresse suas opiniões, dúvidas e ideias, mas seja cauteloso, pois sempre existirá alguém pronto pra te metralhar por palavras. E elas doem, pode ter certeza disso.

Pequenos Assobios

Bem, nos dias de hoje é difícil achar alguém que ainda não tenha ouvido falar no Twitter. Ele virou uma febre, não só entre os jovens e internautas, mas também entre as empresas e órgãos públicos. Mas o que esse serviço tem de tão atrativo?

Antes de mostrar suas características, indicarei um site que conta a história do Twitter, desde sua criação até chegar ao status atual.

Eu, particularmente, não via graça no serviço de microblogging Twitter. Criei uma conta e a abandonei. Aí, depois que vi muitos colegas usando, resolvi criar outro e ‘me jogar’, pra ver no que dava. O que aconteceu foi que acabei pegando um vício nesse serviço e dele tirei muitas vantagens, fazendo até amizades!

Agora vamos aos pontos que fizeram e fazem desse site um fenômeno global: (vale ressaltar que a ordem das características não tem a ver com a importância de cada uma delas):

o símbolo do Twitter...

1- Objetividade: No Twitter o que vale é a objetividade. Quando se digita um texto, é muito fácil se perder e acabar saindo do assunto ou ‘perdendo o fio da meada’. Já no Twitter você tem a obrigatoriedade de ser claro e direto, pois as mensagens não podem passar de 140 caracteres. Isso traz coisas mais concretas e simples, indo direto ao ponto;

2- Convergência Social: Essa característica é a que mais me tem impressionado e feito gostar desse serviço. O Twitter não é apenas uma espécie de blog. Ele agrega recursos de redes sociais e mensageiros instantâneos. Como? Deixe-me mostrar:

a- Rede Social: Ao postar textos no Twitter, eles serão divulgados não apenas em sua ‘página inicial’, mas a todos os seus seguidores. É como se fosse um Orkut ou Facebook, no qual você tem ‘amigos’ que veem suas atualizações e podem opinar e comentar o que você fez. E, através de serviços externos, você também pode postar fotos e vídeos, tornando assim o Twitter uma rede social.

b- Mensageiro instantâneo: Assim como no MSN ou em qualquer outro mensageiro virtual, você pode mandar mensagens curtas a seus amigos. Na página do Twitter existe a opção de falar com seus ‘contatos’ por mensagens privativas, públicas ou indiretas. Você escolhe a maneira que melhor se adequar a sua situação;

c- Blog: Não bastasse essas características, o Twitter também funciona como um blog, no qual você pode postar textos, links, pensamentos e ideias, dicas, e etc…

Dessa forma, Blog + Mensageiro Instantâneo + Redes sociais = Twitter;

3- Alcance Global: Ao entrar no Twitter, você não estará em contato apenas com o povo tupiniquim, mas também com qualquer país do mundo. Por exemplo, você que gosta da ideia de intercâmbio poderá conversar com pessoas de outros países e descobrir como é a cultura daquele ou algo mais que o interesse.

4- Campo de protesto: Recentemente o Twitter foi citado em inúmeras revistas, jornais e programas de TV por seu uso nos protestos contra o governo do Irã. Lá a censura cobre tudo e todos, mas algumas pessoas conseguiram protestar pelo Twitter e seu protesto alcançou o mundo e deu o que falar. Outro fato que chamou a atenção foi o protesto #forasarney, no qual muitos mostraram sua insatisfação com o atual governo federal, tendo essa campanha apoio até mesmo de grandes celebridades brasileiras.

5- Você faz: Outra característica é que você pode publicar ‘bombas’ e ser ‘pioneiro’ na divulgação de notícias. Isso pode ser bom ou ruim. Por isso é necessário bom senso.

6- Uso institucional: O Twitter foi também descoberto por várias empresas e órgãos governamentais. Empresas como Nokia e MRV fazem promoções e dão prêmios aos seus seguidores. E o governo de São Paulo e alguns de seus departamentos, como a CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos) e o METRÔ, tem criado ‘perfis’ e divulgado informações sobre obras e eventuais problemas. Além disso, muitos famosos têm usado o Twitter para se aproximar de seus fans, criando assim uma ótima rede.

7- Simplicidade: O Twitter, apesar de tantos recursos, tem um design minimalista, que prega a simplicidade. Seus comandos são todos acessíveis e fáceis de se aprender, e não exige, como diz meu professor, “prática nem habilidade, qualquer criança pode fazer…” [rs].

8- Mobilidade: Ele também pode ser acessado por celulares que rodem Java ou sistemas operacionais (como Symbian ou Windows Mobile). Isso facilita muito, pois você pode acompanhar quem você segue e tuitar mesmo longe do pc.

Enfim, coloquei aqui algumas características que eu reconheci no Twitter. Porém existem muitas outras que não coloquei aqui. Se você ainda não tem Twitter, não fique esperando e faça logo o seu. Tenho certeza que não será perda de tempo. Para criar seu perfil, clique AQUI. Para maiores informações sobre como funciona o Twitter, VEJA no How Stuff Works ou no Terra Tecnologia.

Caso exista alguma característica que esqueci ou que falei errôneamente, comentem! Todos os comentários serão respondidos! Obrigado por visitar-nos ;D

Veja aqui a história do Twitter.

Danilo Soares